Saiba + sobre Carpetes

Carpete se tornou um item essencial nos ambientes empresariais e casas, mas você sabe escolher o modelo certo? Pensando nisso, vamos te ajudar.

 

 Vamos conhecer algumas das vantagens de optar pelo carpete:

 

Resistência Térmica e Conforto

Carpete oferece resistência térmica. Em estações mais frias, ele mantém o ambiente aquecido por mais tempo. Carpete também oferece um local confortável para sentar, brincar ou trabalhar, e proporciona ao ambiente uma sensação maior de aconchego e conforto.

Adiciona Beleza e Estilo

Você pode escolher entre milhares de estilos e cores. Isso significa que você pode personalizar seu ambiente como quiser. O Carpete pode ser neutro, ou pode ser o ponto foco de sua decoração, com cores vibrantes, desenhos e texturas.

Segurança: Amortece Quedas e diminui escorregadas

Carpete é ideal para amortecer nossas pegadas, reduzindo escorregões e quedas além de minimizar machucados quando as quedas ocorrem. Carpete oferece uma segura proteção para a família toda, especialmente para crianças e terceira idade.

Reduz Barulho

Grandes Televisões, Home Theaters, Equipamentos de Som e outros barulhos tornam nossas casas locais barulhentos. Adicionando uma manta por baixo do carpete reduz ainda mais esses barulhos. Carpete também forma uma barreira de som entre os andares, ajudando a bloquear o som para o apartamento de baixo. Carpete na escada também ajuda a diminuir o barulho do transito das pessoas na casa.

 

 

 

A textura, cores e padrões do carpete

 

Essa é uma escolha muito importante pois esses fatores complementa mobiliário e decoração.

 

Localização e cor

A localização é um fator determinante na escolha do carpete mais adequado. Zonas mais movimentadas, como corredores, salas de estar ou escadas devem ter carpetes de melhor qualidade, que apresentem maior durabilidade e resistência ao uso. Embora exijam um investimento inicial mais elevado, a verdade é que esse investimento vai compensar futuramente. Zonas da casa com menos uso podem ser revestidas com carpetes de materiais mais baratos e menos resistentes.

Caso tenha crianças ou animais é aconselhável adquirir um carpete com maior resistência a nódoas. Embora o preço seja mais elevado a carpete irá durar durante vários anos. A carpete deverá também ser macia e confortável, uma vez que as crianças e os animais passam muito tempo no chão.

A cor do carpete é fundamental na decoração do ambiente e pode inclusive contribuir para o valor de revenda da casa. Tons neutros são mais aceitáveis, embora também  sejam mais propícios a manchas e sujidades. Uma cor de carpete mais escura torna-se mais resistente a nódoas e fácil de combinar com a restante decoração da divisão. No entanto, caso tenha animais com muito pelo, este vai ser mais visível num tom mais escuro. Cores mais claras criam amplitude na divisão, enquanto tons mais escuros dão a sensação de um espaço mais pequeno. Carpetes multicolores são as ideais para esconder sujidade.

 

Os diferentes materiais

 

Para poder fazer uma escolha acertada é preciso primeiro conhecer os diferentes materiais com que um carpete pode ser produzido.

 

  • Carpetes de lã – Embora mais caras são uma excelente opção para ambientes mais luxuosos e confortáveis. Possuem longa durabilidade e repelem humidades. Não são aconselháveis em zonas onde possam sofrer nódoas, como cozinhas ou zonas de refeição, devido à manutenção com produtos químicos poder vir a danificar as fibras.
  • Carpetes de nylon  – Muito populares as carpetes de nylonsão uma excelente opção se pretende conforto aliado a uma fácil manutenção. São muito duráveis e resistentes a nódoas e sujidades. São ideais para zonas muito movimentadas, mas sem humidade, como corredores, escadas e salas de estar.
  • Carpetes de poliéster – Proporcionam o mesmo conforto que as carpetes de nylon. Apesar de terem bastante resistência a nódoas são no entanto propícias a atrair poeiras, não sendo por isso aconselhadas para zonas com bastante uso.

 

 

 

Como o carpete contribui dentro e fora de casa

 

Limpando o Ar

Asma e alergias: Apesar da sociedade normalmente não associar carpete com melhoria na qualidade do ar interno, ele tem uma função positiva. A gravidade faz com que impurezas do ar, como poeira, polem e micro-organismos caírem no chão. As fibras do carpete prendem as partículas, reduzindo sua circulação continua no ar. Uma limpeza apropriada com bons aspiradores remove eficientemente as impurezas e micro-organismos alérgicos do carpete e retiram definitivamente do ambiente.

Uma percepção errada é que pessoas com asma e alergias devem evitar tapetes e carpetes em suas casas. A maioria dos carpetes é produzida com materiais antialérgicos encontrados em roupas e outros materiais de uso como roupa de cama, toalha e etc. Como exemplo poliéster, nylon e fibras de olefina.

Fungos, ácaros e outros micro-organismos são reproduzidos em ambientes úmidos, onde sujeira e poeira provem nutrientes para sua proliferação. Quando o carpete é mantido seco e limpo, esses organismos simplesmente não conseguem/podem crescer em produtos de fibras sintéticas.

Como o carpete ajuda a limpar o ar

O Carpete não somente agrega aconchego, conforto e beleza ao ambiente, ele também ajuda a manter o ar livre de alérgicos e poluentes quando propriamente aspirado e mantido. Basicamente, o que cai no carpete – como ácaros, poeira, pelos, e outros poluentes – tende a ficar no carpete até que aspirado, ao contrário de piso frio, que permitem que essas partículas re-circulem no ar. Carpete propriamente mantido ajuda a melhorar a qualidade do ar interno.

Aqui você encontra diversos fatos que comprovam que o uso de carpete pode ajudar na prevenção de asma e sintomas de alergias:

 

O que você deve saber:

  • Não há nenhum estudo cientificamente comprovado que mostra a relação entre asma e alergia ao carpete. Ao contrário, há vários estudos que desaprovam essa correlação. Um estudo Suíço que durou 15 anos não encontrou nenhuma associação do uso de carpete ao aumento de alergia ou asma. O fato é que mesmo o uso do carpete decrescendo em 70% na Suíça, sintomas de alergia cresceram 30%.
  • O carpete pode até ajudar as pessoas com asma: Um estudo em 18 nações e aproximadamente 20.000 pessoas mostra uma relação estatística entre quartos com carpete e redução de asma e sintomas de alergia além de melhora na qualidade do ar.
  • Um estudo de 2003, com mais de 4600 crianças de escolas em New Jersey mostra que carpete no quarto de uma criança foi associado com menos dias de escola perdidos e menos necessidade de medicação contra asma.
  • Estudos compararam a distribuição de poeira levadas novamente ao ar em uso normal entre piso frio e piso com carpete. Comprovam que andar em piso frio levanta mais partículas. Essas partículas voltam ao ar e entram na “Zona de respiração”. Carpetes seguram mais essas partículas e portanto menos delas retornam a “Zona de respiração”. O resultado é menos poeira e impurezas na “Zona de Respiração” em carpetes do que piso frio.

 

10 Mitos do Carpete – Instituto Carpet and Rug (I)

Os mais frequentes e arraigados mitos em torno do carpete desvendados pelo Instituto de Carpetes e Tapetes (CRI)

Atlanta, Ga. (13 de agosto de 2001) – O Instituto de Carpetes e Tapetes (CRI) se compromete a esclarecer à população os mitos e inverdades sobre carpetes.

“A ideia de que o carpete causa problemas na qualidade do ar em interiores é assunto destinado à indústria de carpetes”, disse Werner Braun, presidente da CRI. “Através de pesquisas, a CRI oferece informações importantes aos profissionais da medicina e a todos aqueles que possuem carpetes”.

Os mitos seguintes foram identificados como os mais recorrentes em uma listagem com dez itens.

 

Verdade: Um extenso estudo toxicológico dos componentes de carpete concluiu que os componentes químicos encontrados não representam riscos à saúde pública.

 

 

Verdade: Bactérias e fungos existem apenas onde a umidade e a sujeira agem em conjunto, aliadas aos precários hábitos de higiene e manutenção. O desenvolvimento das bactérias pode ocorrer em qualquer superfície se a manutenção não for adequada e se houver intensa umidade, como em áreas de vidros e janelas, quando não é feita a manutenção apropriada e há extrema umidade. Elimine as causas do excesso de umidade, como vazamentos, pois o controle adequado da umidade reduz potencialmente o desenvolvimento das bactérias e fungos.

 

Verdade: A comparação de dados vindos da Suécia atesta que não há ligação entre carpete usado e incidência de asma ou alergias. O CRI desconhece qualquer pesquisa científica publicada demonstrando que exista essa ligação.

 

Verdade: Isso é verdade exatamente como está escrito. Entretanto, o ponto crítico é, muitas vezes, esquecido. O carpete retém, de maneira firme, substâncias alérgenas, e como resultado, impede que estes alérgenos fiquem em suspensão no ar, minimizando, assim, o nível de alérgenos da área de respiração. Traduzindo: diminuição do potencial de exposição. Os alérgenos retidos por esse efeito de filtro do carpete podem ser removidos através de aspiração, renovando as propriedades de filtro do carpete e permitindo que mais material seja removido do ar. Aspirar 1 a 2 vezes por semana colchões, carpetes e revestimentos, remove alérgenos, incluindo excrementos de aracnídeos e outros insetos invisíveis, conhecidos agentes causadores de alergias. É importante utilizar o tipo adequado de sistema de aspiração para minimizar alérgenos em re-suspensão.

 

Verdade: Conforme assinalado anteriormente, um extenso relatório toxicológico sobre os componentes e sobre as emissões do carpete concluiu que os elementos químicos presentes no carpete “não representam riscos à saúde pública”. Além disso, alérgenos podem ser removidos dos carpetes por aspiração. As máquinas de aspiração que possuem o selo verde IAQ se adaptam aos padrões estabelecidos para a remoção de impurezas e controle da poeira, auxiliando a manter a boa aparência do carpete.

 

 

 

Verdade: Quando mantido de maneira adequada, o carpete precisa de uma limpeza extratora periódica de 1 ou 2 vezes por semana. Vários tipos de escovação, raspagem, enceração e polimento, que os pisos frios exigem, são mais trabalhosos e onerosos.

 

Verdade: As companhias-membro do CRI representam mais de 90% da indústria manufatureira e possuem uma excelente base de dados sobre o nível decrescente de desperdício e consumo de energia nos últimos 12 anos, melhorando os níveis de sustentabilidade da indústria.

 

Verdade: A maioria dos novos móveis e materiais para construção, utilizados em interiores, emitem partículas orgânicas voláteis (VOCs) por um período de tempo. As emissões de carpetes novos são disparadamente uma das mais baixas em acabamentos internos, e a maior parte de VOCs se dissipa em 24 horas, ainda mais rápido se houver uma boa ventilação.

 

Verdade: Formaldeído não é usado no processo de fabricação de carpete. Não é emitido pelos carpetes novos (recém-fabricados).

Verdade: O látex que envolve a fibra e a base no carpete em rolo é sintético. O látex sintético não é associado às reações alérgicas do látex natural, essas reações são causadas pelas proteínas encontradas no látex natural.