Projetos

RSS

Linólio, um produto natural. 0

                      

 

Linóleo é um material utilizado para a fabricação de revestimentos de pavimentos derivados de matérias-primas naturais renováveis​​.

Ele é feito a partir de óleo de linhaça solidificado, misturado com a farinha de madeira ou pó de cortiça, sobre uma base de uma tela ou de pano grosso. Normalmente criam-se os pigmentos à mistura para dar cores diferentes e, assim, obter o linóleo.

É certamente o piso mais reconhecido e tradicional do mercado.

Matéria-Prima:

  • Óleo de linhaça
  • Resina
  • Farinha de madeira
  • Calcário
  • Pigmentos
  • Juta
  • Farinha de Cortiça

 As 10 Vantagens de os Pisos de Linóleo

  • Feito a partir de matérias-primas renováveis.
  • Bacteriostático naturalmente.
  • Biodegradável.
  • Pode ser reparado.
  • Resistente a queimaduras de cigarro.
  • Fácil limpeza e manutenção
  • Baixo custo em seu ciclo de vida.
  • Muito durável. Sua aparência original é mantida durante muitos anos.
  • Uma grande quantidade de referências e cores disponíveis
  • Qualidades de segurança excelentes, graças à sua composição têxtil elástica.

 

 

                Fonte: https://forbopisos.wordpress.com/2012/12/04/o-que-e-o-linoleo-e-quais-sao-suas-vantagens/
  • Tiago Varela
  • Tags: Linóleo

Piso Elevado 0

 

 

É todo aquele que não é afixado ao contrapiso. Os pisos Elevados também conhecidos como “flutuantes” são montados sobre o chão sem serem colados ou parafusados ao mesmo. Os principais produtos dentro desta categoria são: pisos laminados, carpetes de madeira, pisos vinílicos e os pisos estruturados de madeira.

No cenário corporativo onde a demanda por flexibilidade nas instalações de infraestrutura de cabos para transmissão de redes de dados,voz e elétrica e as mudanças de layout são fundamentais, o piso elevado, sem dúvida, é uma das melhores alternativas para evitar o constante quebra-quebra.

A solução não é nova mas muitas pessoas ainda o desconhecem e principalmente os escritórios de pequeno porte preferem não investir nessa tecnologia. Mas o que é o piso elevado e para que serve? O produto foi desenvolvido para criar um espaço livre entre o piso e a laje original da construção, ocultando os fios e cabos de rede elétrica, de dados e de voz. Criado há cerca de 40 anos para o ambiente de CPD (centro de processamento de dados) foi concebido para suportar as altas cargas, concentradas e distribuídas, dos computadores centrais e facilitar a manutenção através de placas removíveis. 

Resumindo é como se todo o mobiliário fosse montado por cima de uma grande tablado altamente resistente. O acabamento nas áreas de trabalho e circulação é feito normalmente com carpetes em placa pois facilita a manutenção: é só remover as placas de carpete, desparafusar as peças do piso elevado e mexer no que for necessário na fiação. Nas áreas do CDP o acabamento deve ser feito com piso anti-estático para evitar condução de energia elétrica que pode danificar os equipamentos, por isso, normalmente opta-se por utilizar pisos vinílicos ou emborrachados.

 

 

                                                                         Fonte:http://blcorporativo.blogspot.com.br/2012/09/piso-elevado.html

Perguntas frequentes sobre Laminados 0

                  
  • Posso instalar o piso laminado na cozinha ou no banheiro?

R: Não, pois o piso laminado não é recomendado para áreas laváveis por causa da umidade

  • Posso lixar o piso laminado?
R:Não, pois o piso laminado não pode receber nenhum produto abrasivo.
  • Os pisos laminados são resistentes ao fogo?
R:Os pisos laminados não possuem essa característica. Na realidade eles são resistentes apenas à brasa das pontas de cigarros.
  • O piso laminado desbota?
R:Não, uma das grandes vantagens sobre pisos de madeira maciça é que os pisos laminados não desbotam ao fim de muitos anos de utilização mesmo se expostos à luz solar.
  • O piso laminado risca?
R:Nenhum piso é totalmente resistente aos riscos, mas comparado com pisos de madeira maciça, os pisos laminados têm um grau de resistência superior. A possibilidade de riscar é muito reduzida se forem colocados tapetes nas entradas principais e se tirar os sapatos antes de entrar em casa. Nota: Os pisos Laminados não são garantidos contra riscos!
  • O piso laminado mancha?
R:Nenhum produto é totalmente resistente a todas as manchas, mas os pisos laminados são resistentes a quase todas às manchas provocadas por produtos domésticos tais como: chá, gordura, verniz das unhas, catchup, óleo vegetal, alcatrão, canetas/marcadores, lápis, goma de mascar, café, vinho, graxa e vinagre.
  • Qual é a distância recomendada para deixar entre a parede e o piso?
R:Recomenda-se uma distância de 0,8 a 1 centímetro ao redor das paredes, para permitir a dilatação e contração do piso.
  • Para que serve a manta do piso laminado?
R:A manta serve para diminuição de ruído e diminuição de atrito entre o contrapiso e o piso laminado.
  • Qual a função dos acessórios junta de dilatação e redução no piso laminado?
R:A junta de dilatação tem a função de segurar a tração do piso para ele não levantar. A junta de redução é utilizada quando há desnível de contrapiso de um ambiente para outro.
  • O que acontece se eu encerar o piso?
R:A superfície do piso é impermeável, não possuindo porosidade. Portanto, se for aplicado qualquer tipo de cera na superfície do produto, ela não será absorvida, podendo manchar o piso, além de deixá-lo extremamente escorregadio.
  • Como deve ser feita a limpeza dos pisos laminados?
R:A limpeza deve ser feita com aspirador de pó (exceto aspiradores com tubo de sucção raspando no piso) ou vassoura de cerdas macias e um pano úmido bem torcido na solução de produtos domésticos de limpeza isentos de cera ou silicone. Eventualmente (uma vez por semana), a limpeza poderá ser feita diluindo uma ou duas tampas de qualquer produto à base de amoníaco ou detergente neutro em 1 litro dágua. Molhe o pano nesta mistura, torça-o bem e aplique sobre o piso.
  • Os pisos laminados podem ser instalados sobre quais tipos de contrapiso?
R:Os pisos laminados podem ser instalados sobre cerâmica, lajotas de pedras e concreto. Vale ressaltar que a superfície deve estar regularizada, limpa e seca.
  • Sobre quais tipos de contrapiso os pisos laminados não podem ser instalados?
R:Os pisos laminados não podem ser instalados sobre carpetes têxteis e carpetes de madeira de qualquer espessura. Nestes casos, os revestimentos devem ser removidos.
  • O piso laminado pode ser usado em escadas?
R:Sim, mas é necessário um perfil de escada especial. Só se recomenda que seja utilizado em degraus largos.
  • Posso utilizar o piso laminado em locais abertos?
R:Não. Se ele entrar em contato com umidade na sua superfície por um curto espaço de tempo não ocasionará danos. Porém, se essa umidade for demasiada e escorrer para baixo do piso ou mesmo ficar em contato com sua superfície por um tempo maior, danificará a instalação e o produto em virtude de seu miolo ser composto por fibras de madeira.

    Diferença entre Piso Laminado e Piso Vinílico? 0

     

      

     

    Os pisos laminados tem como sua matéria prima principal a madeira , já o piso vinílico é produzido com PVC. A aparência destes pisos é muito semelhante, pois ambos reproduzem com fidelidade os padrões da madeira. Os pisos vinílicos são colados ao chão, se forem comprados em mantas ou placas, mas também podem ser instalados como piso flutuante, se forem comprados na forma de réguas, que são instaladas através do encaixe click (sem cola). Os laminados são sempre instalados pelo sistema flutuante, ou seja, não são parafusados nem colados ao chão. Suas réguas se unem através de encaixe click ou com a utilização de cola na junção dos encaixes macho e fêmea.

    Ambos os tipos de piso não podem ser instalados em áreas externas nem em áreas molhados como banheiros cozinhas e áreas de serviço. Mas há uma exceção, há algumas mantas vinílicas que podem ser instaladas em banheiros, neste caso, as juntas entre as faixas da manta são soldadas a quente e devem ser feitas por mão de obra especializada.

     

     

     

                                                         Fonte:http://www.meupisolaminado.com.br/piso-laminado/perguntas-frequentes/

    Cuidando bem do seu lar! 0

    Dicas de limpeza para manutenção diária ... 

                   

    Embora pano macio e sabão neutro sejam os principais ajudantes para deixar as superfícies tinindo, cada uma pede cuidados específicos.

    De forma geral, pano umedecido e detergente neutro, aplicados depois de varrer a superfície, bastam à limpeza do chão. No caso de alérgicos, o aspirador de pó assume o lugar da vassoura. Porém, ter um piso que se pode lamber – como diziam nossas avós! – é apenas parte dos cuidados necessários. 

    Pisos Laminados

    Dia a dia: vá de aspirador de pó (mas cuidado para não raspar a superfície) ou de vassoura de cerdas macias, seguida de pano úmido bem torcido com detergente neutro (ou soluções específicas para esse revestimento), acompanhando as réguas no sentido do comprimento. 

    Manchas: marcas difíceis saem com detergente e álcool. Nos casos de tinta, verniz e graxa, apele para aguarrás, tíner ou querosene e, posteriormente, use um pano umedecido com sabão neutro para remover a gordura.

    Evite: água sanitária, produtos à base de cera e silicone, saponáceos e materiais abrasivos. Nunca lave o piso laminado nem utilize enceradeira. 

    Pisos vinílicos

    Dia a dia: vassoura de pelo ou rodo com pano levemente úmido. deixe secar antes de liberar a circulação.

    Manchas: graças à camada de poliuretano, elas dificilmente impregnam. mas, se derrubar algo, limpe em seguida com sabão neutro em pano umedecido.

    Evite: solventes, ácidos e água sanitária. 

    Móveis, esquadrias e pisos de madeira

    Dia a dia: no mobiliário e em janelas e portas, passe apenas uma flanela seca ou um pano úmido, seguido de outro seco. Móveis de áreas externas demandam reaplicação semestral de seladora ou verniz. Faxine os pisos com vassoura (ou aspirador de pó), um pano úmido e outro seco. Ainda nesse último caso, são indicadas fórmulas de limpeza específicas para madeira, diluídas em água, que vão hidratar e proteger a superfície.

    Manchas: nos pisos, removedor à base de água elimina cera, tinta e gordura, sem estragar o acabamento. Se houver marcas profundas (como a de uma panela quente), avalie se é o caso de retirar o verniz e reaplicá-lo. No caso de óleo, que tem maior penetração, dependendo da porosidade da matéria prima, é praticamente impossível a remoção, ainda que se renove a película do acabamento. Para janelas desbotadas, só mesmo lixação e novo verniz.

    Evite: álcool, cera, tíner, água sanitária e abrasivos.

    Texto Cecilia Arbolave | Reportagem visual Célia Hanashiro | Fotos André Fortes
     
    • Tiago Varela
    • Tags: Pisos